Polyanna Borek: entrevista com a modelo recordista da SPFW N43!

Ei modeletes, hoje venho com mais uma modelo destaque da última semana de moda de São Paulo. O nome dela é Polyanna Borek e ela fez apenas 20 desfiles!! (para você que não entende ironia, estou sendo bem irônica viu). 20 desfiles é muita coisa gente, com certeza ela foi a recordista da vez!

A new face curitibana tem 16 anos e atualmente mora em São Paulo. Ela é modelo há 1 ano e 3 meses e já conseguiu abrir desfiles para Vitorino Campos, GIG Couture e Two Denim nessa temporada. Arrasou né? Vem conferir o sucesso dessa linda:

Essa aí trabalhou não é mesmo? Hahaha

Conversei com a Polyanna e ela topou responder umas perguntinhas pra gente! Confira a entrevista na íntegra e saiba mais como foi sua experiência de recordista:

c5155c340e0fc155049486832d1b7e92a9c52228_23432b5bda8ac5d59f26fd9f225788f61e7baf4e

Você sempre sonhou em ser modelo? Como entrou em contato com essa profissão?

Minha irmã mais velha era modelo e desde pequena eu ouvia as histórias dela, então, quando eu fiz mais ou menos uns 10 anos eu decidi que era o que eu queria. Quando completei 15, entrei em uma agência em Curitiba e logo depois entrei na Way e vim pra SP

Como foram os castings para a SPFW N43? Você se sentiu segura?

Antes do casting sempre rolava um friozinho na barriga, mas na frente do cliente eu sempre tentava passar muita confiança! Eu ficava mais nervosa quando, por exemplo, um casting valia para 7 desfiles.

O que você considera essencial para uma modelo conseguir ser selecionada para os desfiles?

Confiança em cima do salto é com certeza o essencial, você tem que passar segurança e classe para o cliente, e, aí não tem segredo!

Conte como foi a sua experiência na SPFW N43 (desafios, rotina, conquistas, etc)

Foi uma loucura, eu sempre estava nos cruzamentos (quando você sai de um desfile para ir em outro), ou seja eu tinha que sair correndo de um lugar e ir para o outro. Quando acabava os desfiles, eu tinha que ir para as provas de roupa e ficava lá até as 02:00 da manhã e no dia seguinte acordava às 05:00!! O maior desafio com certeza é aguentar o cansaço, mas estar nos desfiles foi a maior alegria e uma grande conquista pra mim! Principalmente fazer o desfile de algumas marcas que eu sempre admirei!

Surgiram muitas oportunidades de trabalho depois da sua visibilidade nos desfiles?

Eu na verdade sempre trabalhei bem, mas depois do Fashion Week eu senti que muitas pessoas conseguiram me ver diferente e que outras me conheceram! Com certeza o Fashion Week me deu muita visibilidade e agora é a hora de colher os frutos disso.

Por fim, como você se sente sendo a recordista dessa temporada?

Pra mim foi o máximo ser a recordista!! Fiquei super feliz e orgulhosa de pensar que toda a minha luta valeu a pena! Sem duvidas nessa carreira você enfrenta muitos desafios  mas no momento que tu consegue ver que você venceu eles, tudo vale a pena!

O que acharam da Poly? Lacrou ou não lacrou? Deixe seu comentário!

E se você quer saber mais sobre as outras recordistas, clique aqui e veja o ranking. Ah e também já falei sobre outra recordista – a Natália Renken aqui no blog, se você não viu, corre lá!

Beijos, Ceci ❤

Maquiagem para casting: 3 passos para uma pele natural

Assim como precisamos escolher roupas adequadas para comparecer a um casting, também temos que preparar a nossa pele para tal. O que muitas meninas pensam é que ir toda maquiada e mais bonita pode ajudá-las a serem selecionadas para o trabalho. Acontece que não é bem assim! O cliente precisa ver sua beleza natural, ver como você é sem disfarces, portanto a melhor opção é investir em uma make beeeeem suave, quase nada mesmo.

Bora aprender? Você vai precisar de apenas 3 produtinhos!

  1. BB cream: Aposte em um BB cream bem levinho e seco, só para cobrir possíveis imperfeições ou poros e dar aquela renovada na aparência.
  2. Máscara: Um pouquinho de máscara de cílios é bem-vinda, ela pode abrir seu olhar de maneira bem sutil.

     

  3. Gloss: Sabe aquele gloss que é quase um hidratante? Bem levinho mesmo, sem muito brilho? É ele mesmo que você deve apostar, afinal ninguém quer chegar em um casting com a boca toda seca né?!

     

  4. Produtinho extra (corretivo): Se você tiver com espinhas, marcas bem aparentes ou olheiras muito fortes, vale o uso do corretivo, mas não exagere e tente deixar o mais natural possível.

Pense sempre que quanto mais simples, melhor. Se sua pele for ótima, sem manchas e sem acne, nem precisa usar maquiagem! Passe só um protetor solar e hidratante que vai ser show.

É isso modeletes! Espero que tenham gostado da dica, conte nos comentários o que vocês acharam =)

Beijos, Ceci ❤

Página para seguir: Vida de Modelo

Ei modeletes!

Hoje vim com uma indicação de uma página super legal no Facebook para vocês curtirem, ela se chama Vida de Modelo. Por lá você também encontra dicas sobre a carreira de modelo de uma forma super descontraída!

A criadora da página se chama Isabelle Ranos, tem 21 anos e mora em Pinhais/PR. Ela é modelo há 8 anos e já foi professora de passarela por 3 anos, hoje em dia faz alguns trabalhos como modelo.

17554860_854432798030258_749575805_n
Isabelle Ramos

A ideia de criar a página surgiu porque além da Isa amar moda, ela também queria ajudar os “new faces” a entenderem mais sobre esse ramo, dando dicas, falando sobre moda e sobre novas tendências.

 

A página Vida de Modelo tem 9 meses e quase 5 mil curtidas e Isa fica lisonjeada com a gratidão dos seus seguidores/leitores. Ela adora quando as pessoas vêm tirar dúvidas sobre esse ramo, o que fazer e como funciona, e então saber que nisso ela pode ajudar! A Isabelle dá dicas de como não entrar em furadas e não jogar dinheiro fora, auxiliando muitos modelos e aspirantes a se desenvolverem profissionalmente.

Como eu e a Isa tratamos de assuntos bem parecidos, resolvemos estabelecer uma parceria! Então corre lá no Facebook e curta a página Vida de Modelo pra você ficar por dentro do mundo da moda, receber o auxílio da Isa e ter acesso aos posts do Modela Com Ela. Vai ser show ❤

É isso gente, o que vocês acharam dessa nova parceria? Deixe seu comentário!

Beijos, Ceci ❤

Ciça, customiza? #coke

Hoje a customização tem um cenário bem legal! As fotos foram tiradas no jardim da Pinacoteca, em São Paulo. Eu amei o resultado, vem ver:

IMG_6673IMG_6772

Essa era uma camisa veeeeelha do meu irmão.. Gostei bastante da estampa e resolvi dar um “toque especial” a ela. Mantive o comprimento, pra deixar bem no estilo “boyfriend” mesmo.

IMG_6825IMG_6790

O que eu fiz foi basicamente cortar as mangas e deixar a blusa bem cavada, além de cortar a gola em formato V. Cortei um pouquinho embaixo também, só pra tirar a costura e deixar tudo com o mesmo acabamento de corte (ou melhor, deixar mal acabado mesmo hahaha)

IMG_6679

Um fato engraçado: Quando a gente tava tirando as fotos, várias crianças apareceram no jardim e esses meninos me perguntaram: Você é modeeeelo? Eu disse que era e então eles pediram pra tirar uma foto comigo, ou melhor, já foram se posicionando pro clique. Eu não conseguia parar de rir e esse foi o resultado kkkkkkk.

E é isso gente! Espero que tenham gostado e se inspirado. Agora vai lá pegar a tesoura e se aventurar hahaha.

Ficou alguma dúvida? Vocês já fizeram alguma customização nesse estilo? Deixe um comentário!

 

Besitos,

Ceci ❤

 

Modelos na SPFW N43: Natalia Renken

Natalia Renken, modelo na agência Way Model fez vários desfiles na SPFW N43 para diversas marcas como Amir Slama, Memo, Ellus, A.Niemeyer, Animale, entre outras.

Recordista? Não sei…Mas a Natalia arrasou e aposto muito nela! Vejam as fotos dos desfiles e se inspirem:

É isso gente, post bem curtinho mas muito importante! Não deixem de conferir os desfiles da SPFW e observar as modelos. Isso ajuda muito para ter referências e conhecer mais o mundo da moda atual.

O insta da Natalia é @nataliarenken, corre lá e dá um follow!

Gostaram? Deixe seu comentário!

Beijos,

Ceci ❤

 

Entrevista com a modelo Anna Kossmann – carreira, desafios e dicas!

Anna Kossmann tem 18 anos, nasceu no Rio de Janeiro e atualmente mora na Europa. Agora ela está se mudando de Paris para Londres e afirma que não possui uma residência fixa – situação comum na vida de modelo. Contudo, Anna acredita que ter uma vida tão dinâmica acaba sendo prazeroso, uma vez que você tem a oportunidade de conhecer novos lugares e pessoas, de alcançar independência e amadurecer.

Fiz uma entrevista com essa modelo linda na qual ela conta um pouco mais sobre sua carreira e suas experiências, além de dar dicas para quem tá começando (Yay!). Confira:

Quando e por que você decidiu ser modelo?

Quando tinha 14 anos comecei a ver que eu tinha o perfil para tal profissão – que não gostava muito da ideia quando eu era mais nova, mas fui abrindo a cabeça e decidi tentar. Marquei uma entrevista na Joy SP e me acompanham desde então. 

Qual foi o maior desafio profissional que você enfrentou até hoje?

Para mim foi mais uma conquista do que um desafio, mas com certeza foi intensa a perda de 12 kilos. 

Como é a sua rotina?

Tenho uma rotina que amo manter de acordar e dormir cedo, ter 5 refeições ao dia em horários parecidos e ver o sol sempre que consigo. 

Você já modelou no exterior. De um modo geral, o que você pode dizer sobre suas experiências?

Estou começando a modelar aqui fora e minha experiência em Paris está sendo super agradável. Comecei a ver mais coisas, pesquisar sobre moda e estou me desenvolvendo mais como pessoa. Fora isso não posso deixar de aproveitar a cidade, algo que muitas modelos fazem, pois absorver culturas novas não tem preço. 

Você ama o que faz?

No momento sim.

Por fim, que dica você dá pra quem está começando e quer se tornar uma modelo profissional?

Tenha em mente quem você é e tome cuidado com o que fala e escuta, pois você não pode deixar que este universo altere sua identidade. Foque, tente seu melhor e não desista até obter o que deseja, porque o que for para acontecer, irá. Tenha em mente que o glamour não chegará tão cedo e muito investimento e foco serão necessários.

Siga a Anna no Instagram para acompanhar seus trabalhos e seu estilo de vida: @anna_kossmann

É isso gente! O que vocês acharam da entrevista? Conte nos comentários!

Beijos,

Ceci ❤

6 peças indispensáveis no guarda-roupa de uma modelo!

Oi modeletes!

Hoje o post é sobre 6 peças que considero indispensáveis no guarda-roupa de uma modelo. Seja pra castings, trabalhos, apontamentos, entre outros compromissos, é importante que você disponha de peças básicas e geralmente monocromáticas. Lembrando que a atenção não deve se concentrar na sua roupa, mas sim em você. Então vamos às dicas?

1) Legging preta

As leggings são ótimas pois marcam bem o corpo e “afinam” o quadril. Opte por peças de cintura alta e que cubram toda a extensão da perna, o que vai contribuir para te “alongar” mais.

2) Blusas básicas 

Sabe aquelas blusas mais básicas impossível? Então, essas mesmo! Podem ser pretas, brancas ou cinzas e dê preferência as mais justas.

3) Vestidinho preto

Um vestido preto básico, além de ser ótimo para os dias de calor, é uma peça chave! Quando você for para alguma sessão de fotos por exemplo, opte por um modelo mais soltinho e que não marque o seu corpo.

4) Salto alto

 

Nem preciso dizer sobre o salto alto né? Bom, ele é super indispensável para qualquer modelo! O estilo e o tamanho do salto vai depender muito de cada ocasião, mas é bom que ele seja preto e confortável.

5) Lingerie beje

aleambrosio

Ok, não precisava desse tiro da Alessandra Ambrosio né? Hahah, mas foi a melhor foto que eu encontrei. É muito importante ter uma peça íntima básica e que possa ser adaptável a qualquer tipo de roupa, nesse sentido a lingerie beje funciona bastante. Ela é indicada quando você vai fazer alguma sessão de fotos por exemplo, daí você não corre o risco de “marcar” os looks.

6) Biquíni preto

Pensa em um biquíni básico, sem pedrinha, sem pingente, quanto menos adereços ele tiver, melhor. De preferência preto (preto é a cor das modelos né, já deu pra perceber haha). Ter um biquíni assim na bolsa é essencial, tanto em uma “open call”, quanto em um casting. Ah, e essa peça também serve para fazer as suas polas!

É isso gente! Lembre-se sempre do básico e do preto que não tem erro! hahaha

Qual dessas peças vocês já tem? Quais vocês adicionariam? Deixem um comentário!

Besitos,

Cecília ❤

Modelo para se inspirar: Coco Rocha

Coco Rocha é uma modelo canadense de 28 anos. Com muita experiência e bagagem, Coco tem uma carreira estabilizada e se destaca no mundo da moda por mais de uma década. A modelo começou a carreira com 15 anos e aos 18 foi capa da Vogue Itália, a partir daí seu trabalho passou a ser reconhecido mundialmente.

História da descoberta

Coco era dançarina e, durante uma competição de dança em Vancouver, um homem a abordou e perguntou se ela não tinha vontade de ser modelo. No momento ela e suas amigas riram achando que ele estivesse brincando, mas é claro, não estava.

504534635_1280x720

Início da carreira

No início de sua carreira, Coco conta que não sabia nada sobre moda e que seu agente disse para ela queimar todas as suas roupas quando ela entrou pela primeira vez na agência. Ela não tinha noções de estilo e teve que começar do zero! Isso é super normal no início da carreira de uma modelo, o importante é você ir adquirindo seu estilo com o tempo, veja algumas dicas em Modelos nas ruas: Como ser identificada como modelo?.

 

As poses de Coco

Coco Rocha é muito conhecida pelo seu jeito diferente de modelar. Ela sente que deve dar ao fotógrafo o máximo de opções possíveis e não se importa se ficar parecendo uma louca ou estranha, ela não liga para “estar bonita na foto”. A técnica da modelo é se sentir confortável em frente as câmeras, tentando se transformar em uma personagem e fazer uma pequena performance.

Aqui no blog já dei algumas referências de poses bem legais para vocês treinarem, se ainda não viu, corre lá!

 

Construindo uma identidade

Seu jeito único de modelar, sua confiança e seu carisma conferiram à Coco uma identidade, quase como se ela fosse uma “marca” por si só. Quando abordada sobre como alcançar isso, a modelo revela que é preciso descobrir o tipo de garota que você é… Esportista? Engraçada? Estilosa? E então, a partir disso, você começa a construir sua identidade, a sua “marca”.

 

Visuais sempre diferentes

Ruiva, morena, loira, longo, curto, Coco já assumiu diferentes visuais e conta que gosta de representar diversos personagens, este é o tipo de modelo que ela é – versátil e que não tem medo de mudar seu estilo. Para a modelo, o seu visual predileto é sempre o novo visual.

 

Conselho de supermodel

Sabemos que a linguagem corporal e a confiança são tópicos essenciais na carreira de modelo. No entanto, ser confiante e saber lidar com seu corpo não é algo tão fácil. Coco explica que as modelos, por serem muito altas, geralmente adotam uma postura curvada, talvez por não se sentirem confortáveis com seu corpo. Por isso, a dica da supermodel é sempre colocar seus ombros para trás, mesmo que você não esteja confiante, vai aparentar que está e é isso que importa.

Parece que a Coco nasceu pra ser modelo né? Haha, mas tenho certeza que isso é fruto de muito estudo e dedicação. Um ótimo exemplo para se inspirar!

Se você se interessou e quer ver mais sobre a Coco, veja os vídeos dela modelando no YouTube, vou deixar alguns links abaixo para vocês conferirem:

 

É isso gente! Gostaram do post? Já conheciam a Coco Rocha? Deixe seu comentário!

Besitos, Ceci ❤

Ps: As informações contidas nesse post foram retiradas das seguintes fontes:
Canadian Business
Rappler
Bazaar Arabia

Modelos nas ruas: Como ser identificada como modelo?

Recentemente fui pra São Paulo fazer um job e acabei ficando lá por mais ou menos uma semana. Nesse período, sai bastante e me deparei com muitas modelos nas ruas. Mas como eu sabia que eram modelos? E como muitas pessoas também devem ter achado o mesmo? O post de hoje é justamente sobre isso: como ser identificada como modelo?

riley2bmontana2bstreet2bstyle2b1

A importância da identificação

Principalmente quando se trata dos grandes centros, existem muitas pessoas influentes no mundo da moda circulando pelas ruas. Ou seja, é super possível que você esbarre com um editor de revista, um booker, um scouter, um fotógrafo ou até mesmo o dono de alguma marca de roupas. Por isso, é legal que você esteja apresentável nessas horas, vai que você descola algum job ou algum ensaio né? Afinal, lembre-se que você trabalha com a sua imagem!

Sendo identificado como modelo

Primeiramente, os modelos costumam ser altos e magros né, daí isso já contribui bastante pra identificação, portanto é importante se manter nas medidas. Além disso, o cuidado com o que você veste também importa, claro que não precisa ficar 24 horas do seu dia em cima de um salto ou se produzir toda pra ir na padaria, longe disso! Mas é legal que você aposte em um jeans mais detonado e uma camiseta preta, um vestidinho preto básico, ou uma jaqueta de couro. Na verdade, o negócio é criar seu próprio estilo e sentir-se confortável com ele, opte por roupas que te alongam e que te deixem mais elegante. Ainda tá difícil de imaginar? Te dou exemplos!

 

Não sei o que usar! E agora?

Se você não faz ideia do que usar, do que te alonga ou do que fica bom em você, de início aposte do preto e no básico. Um jeans escuro com uma blusa preta e uma botinha, uma calça skinny preta e uma camiseta preta, enfim, composições de looks mais simples. No entanto, procure buscar referências na internet ou em revistas de moda e vá criando seu próprio estilo com o tempo. Além disso, permita-se arriscar também! Coloque um colete em um dia, um cardigan no outro, um óculos escuro e vá descobrindo o que combina ou não com você. Não seja apenas uma modelo, seja você também, não perca sua identidade!

Creio que seja isso quiridos!  Bora modelar até mesmo nas ruas?

Besitos,

Cecília Venâncio.

IMG_6539

 

 

 

 

Ciça, customiza? #queen

Ei, jóia?

Sabe quando você vê uma camisa branca básica no guarda-roupa do seu primo, irmão, ou namorado? Sim, aquela camisa masculina que talvez caiba duas de você dentro, essa mesmo! Não dá nada por ela né? Mas acontece que com uns cortes aqui, umas ideias pra lá, dá pra transformá-la em um cropped suupeer estiloso!

Duvida? Então olha só:

img_6170img_6171img_6173img_6175img_6177

Basicamente, pra criar esse modelo eu fiz um corte cavado lateral, retirando as mangas, fiz um corte no comprimento (porém só na parte da frente) e nas costas eu cortei o tecido em tiras para dar esse acabamento de recortes. Além disso, com caneta de tecido escrevi a palavra “queen” na frente da blusa.

Viu como é fácil reinventar?

Espero que tenham gostado, deixem seus comentários!

Ah, e feliz Dia da Mulher! Somos todas rainhaas 😉

Bjbj, Ceci.